Como fazer marketing médico de forma ética?

Certamente é o melhor caminho para o sucesso do seu negócio, mas exige planejamento estratégico e cautela

Você acabou de se formar e abriu o seu consultório, mas não sabe como ir além do boa a boca para atrair mais pacientes? Você provavelmente já ouviu falar que o marketing é vital para o sucesso de qualquer empresa, que assim como a sua, precisa atrair clientes para gerar receitas.

Investir em marketing médico é certamente o melhor caminho para o sucesso do seu negócio, porém, antes de elaborar um plano estratégico, é necessário ter bastante cautela, já que os conselhos médicos impõem certas restrições para a divulgação dos serviços.

Por isso, acesse aqui o Manual de Publicidade Médica disponibilizado pelo Conselho Federal de Medicina e conheça as diretrizes estabelecidas por esse órgão que irão nortear o seu marketing.

Marketing médico com ética

1 – Toda informação tem dono

Sempre que for veicular companhas, nunca se esqueça de se identificar como o responsável, colocando os seus registros e especialidades. Só promova o que for realmente verdade. Por exemplo, se o seu título de especialista ainda não está protocolado no seu conselho, não divulgue antes de fazê-lo, ok?

 2 – Evite se autoidentificar como o melhor ou o único

Evite expressões como que sugiram superioridade com relação a outros colegas de profissão. Expressões como o melhor e único não são permitidas pelo CFM. E, vamos concordar que esses termos causariam mal-estar entre os colegas e passariam a imagem de alguém arrogante, certo?

Essa é uma regra de etiqueta ética geral!

3 – Garantia de resultados

Assegurar resultados não é uma prática ética na divulgação médica. O que todo profissional deve garantir é comprometimento. Pois a maior parte dos resultados pouco depende dos médicos.

O que os médicos fazem é guiar um tratamento, portanto, não se pode assegurar resultados efetivos. Além disso, o que todo paciente espera inicialmente é a sua atenção e comprometimento.

4 – Os perigos da autopromoção

Uma questão importante a ser considerada no marketing médico é a autopromoção desenfreada, de forma sensacionalista, e em qualquer lugar.

Não promova um conteúdo com a única intenção de divulgar o seu telefone e endereço. Se a ideia é informar, informe. Se é captar clientes, use as ferramentas adequadas para isso.

Mais importante do que divulgar o seu serviço é fazer isso de forma ética e com bom senso. Seguindo essas regrinhas básicas, você gera credibilidade à sua imagem e garante novos clientes!

Com informações do Sucesso Médico

Artigos relacionados

  •  +55 11 2365-4336

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

  • Estamos em  São Paulo

  • Alameda dos Maracatins, 1217 - Conj. 701
  • Indianópolis - São Paulo - SP

Cadastre-se em nossa newsletter

Nos conte o seu nome :)
Acho que existe algo errado em seu e-mail.

Olá, esse é o canal via Whatsapp da Medical Fair Brasil. Aqui você tira dúvidas sobre assuntos como: inscrição, quero expor, palestras e assuntos relacionados a feira.

WhatsApp
Close and go back to page